All Posts By

Double Trouble

Fashion & Beauty

Recordar Itália [unpublished photos]

Abril 9, 2020
Itália

No sul da Europa, Itália ocupa a quase totalidade da Península Itálica (à excepção de San Marino e Vaticano), a que se juntam as ilhas de Sardenha, Capri e Sicília. É um dos nossos países europeus favoritos e hoje reunimos algumas imagens, ainda não partilhadas, para matar um bocadinho da saudade desse país tão bonito e elegante.

Para quem ainda não teve oportunidade de visitar Itália, saibam que é um bom destino de viagem em qualquer altura do ano. Eventualmente, se tivéssemos que escolher, a melhor época é aquela que vai desde Abril até Junho: as temperaturas não são demasiado elevadas e está ainda livre das inundações de turistas no Verão. Julho e Agosto são os dois meses a evitar, por serem as férias locais e, consequentemente, a altura em que os preços ficam mais elevados e os destinos mais lotados.

Além da beleza das cidades e dos vilarejos, a cozinha italiana é muito difundida pelo mundo, sendo que poucos resistem aos sabores típicos de Itália. Está entre as mais completas, ricas e deliciosas, principalmente pelos ingredientes característicos da gastronomia regional.

Itália

Itália é um destino bastante popular também nesta altura do ano: a Páscoa. Para tentar preencher os nossos corações, aproveitem a oportunidade de verem e ouvirem um dos tenores mais populares do mundo, o italiano Andrea Boccelli. No próximo Domingo, dia 12, a partir das 18h, vai dar um concerto a solo na Catedral de Milão (Duomo di Milano). Não haverá espectadores presentes, mas o concerto será transmitido exclusiva e directamente no canal YouTube do tenor. Fica aqui a nossa sugestão pascoal!

Fashion & Beauty

Uma Páscoa com brio

Abril 8, 2020
Páscoa

Estas fotografias são do ano passado, de quando andávamos livres e felizes pelas ruas das nossas cidades. Por terem uma boa vibe, decidimos partilhar convosco. Queremos levar até vocês um bocadinho de inspiração, em tempos que nos deixam a pensar sobre a volatilidade de tudo à nossa volta.

Páscoa

E para quem, desse lado, está a passar os dias de pijama, tentem contrariar a tendência. Prepararmo-nos logo pela manhã influencia (e muito!) a nossa auto-estima. Aproveitem o período da Páscoa para se desafiarem a este nível e vão ver que se sentem “prontas para tudo”. Essencial mesmo é manterem os cuidados de pele habituais, quer saiam de casa ou não.

Lifestyle

Ir para fora cá dentro, quando for possível

Março 30, 2020
Funchal

Um vírus que nos tirou os planos de cima da mesa e nos colocou a incerteza na ordem do dia. É esta a nossa realidade, mas queremos manter o positivismo e começar a delinear novos planos (“ir para fora cá dentro”) para quando conseguirmos voltar à “normalidade”. Claro que será tudo muito gradual, aos pouquinhos, mas sonhar é bom e ajuda-nos a passar os dias de insegurança.

Posto isto, e por defendermos que – mais do que nunca – o país precisa de todos nós, fomos repescar os nossos sítios favoritos em Portugal, para que possamos começar a pensar nas próximas férias, contribuir para o sector do turismo neste nosso Portugal.

PRAIA

Comporta

Paredes meias com a Arrábida e o Estuário do Sado, a Comporta oferece-nos a tranquilidade de uma povoação pequena e o encanto de uma praia de elite. Já nas portas do Alentejo, com cheirinho a Sul, é uma excelente escolha para um descanso merecido!

Comporta

Algarve

As muitas horas de sol e um clima de fazer inveja fazem do Algarve um dos destinos de praia de excelência. Com as mais belas estâncias balneares, o difícil é escolher a praia favorita. Vilamoura tem um lugarzinho especial no nosso coração, por conjugar uma série de factores essenciais: vibrante vida nocturna, excelente oferta gastronómica e praias de areia dourada e águas azuis profundas.

Algarve

MONTANHA

Madeira

Uma ilha bastante montanhosa que facilmente vira destino favorito para todos os que gostam de montanha e aventura. Lá existem diferentes trilhos pedestres, desde as levadas às veredas da ilha, e a juntar a tudo isto podem ainda deliciar-se com a gastronomia madeirense, enquanto apreciam um belo pôr-so-sol. 

Gerês

Num dos paraísos no Norte do país estende-se uma bela cordilheira para explorar, seja através de pequenas caminhadas ou até de grandes treks. O destino é aconselhável em qualquer altura do ano, se bem que no Verão têm um bónus: poder aproveitar as lagoas de água cristalina. 

Gerês

RURAL

Douro

Património da Humanidade desde 2011, o Alto Douro Vinhateiro e o Parque Natural do Douro Internacional são locais de beleza assinalável, com muito para ver, fazer e conhecer. Considerado um verdadeiro santuário da natureza, é óptimo conduzir por entre arribas e vales, apreciar a paisagem através dos vários miradouros e terminar um dia com um belo passeio de barco, regado por um bom Vinho do Porto. 

CIDADE

Lisboa

Commumente no topo da lista entre os destinos turísticos mais populares da Europa, é conhecida como a “cidade das sete colinas”. Sumptuosa na mistura de tradição e modernidade, Lisboa é uma caixa de surpresas a cada metro percorrido. 

Lisbonita

Évora

Évora é a “cidade museu” que tem tudo para vos surpreender. Uma das cidades mais populares do Alentejo, já viveu várias vidas e hoje, além da beleza, oferece-nos uma gastronomia divinal. 

Évora

Guimarães

O “berço da nação” é uma cidade repleta de história e o seu centro histórico é um dos mais bonitos do país, classificado pela UNESCO como Património da Humanidade. Desde o Monte da Penha ao Largo do Toural, cada canto esconde um segredo por desvendar. 

pure love

Porto

A lista jamais estaria completa sem a nossa “Invicta”. Clérigos, Aliados, Santa Catarina, Ribeira, Serra do Pilar, Serralves, Foz, … há tanto para ver e descobrir no Porto que o melhor mesmo é considerarem três noites, no mínimo. 

História, gastronomia, cultura, paisagens, pessoas, clima… Somos um país encantador, repleto de sorrisos e de “bom receber”. Vamos apoiar Portugal e contribuir para a nossa economia, descobrindo novos caminhos, através do já famoso “ir para fora cá dentro”.

Lifestyle

Throwback: México

Março 27, 2020
México

Os tempos não estão para viagens, por isso decidimos resgatar aquela em que conhecemos o México. Foi em Junho de 2018 e foi uma grande, grande surpresa!

Se Tulum é o paraíso, com uma vibe de autenticidade, rosto de um México verdadeiro e autêntico, Cancun também surpreende com o seu mar deslumbrante em tons de azuis comparáveis às Maldivas e um clima perfeito!

Um dos pontos altos desta viagem foi descobrir uma das Sete Maravilhas do Mundo: Chichén Itzá, uma cidade arqueológica Maia, que fica a aproximadamente 200km de Cancún. O destaque vai para o famoso Templo de Kukulcán, também chamado de Castillo.

Como alugámos carro, seguimos viagem em direcção a Las Coloradas, para irmos até às salinas onde fica a Pink Lagoon. Para verem as águas na sua melhor cor é aconselhável visitarem o sítio num dia ensolarado. Melhor ainda é que não tenha chovido pelo menos nos dois dias anteriores. Podemos dizer que tivemos muita sorte!

Outro local memorável desta viagem foi descobrir o Gran Cenote, uma das maiores atracções da Riviera Maya. Para o povo Maia, os cenotes eram um local sagrado. Hoje são um dos pontos turísticos mexicanos de maior destaque e no país há tantos para descobrir…

Outra grande revelação foi Bacalar, conhecida pela lagoa que se cruza com o mar, dona de sete tons de azul. Por ficar a 2h30 de Tulum e ser um lugar paradisíaco, vale muito a pena ir até lá.

E porque um destino não se faz só de praia nem de cultura, é igualmente importante saborear as comidas e nisso não falhamos, nunca. O México é rico em restaurantes e espaço que, além de bonitos, tratam muito bem o visitante com pratos deliciosos, repletos de sabores exuberantes.

Por fim, relembramos o alojamento que foi divinal, com destaque para o Nômade Tulum, um lugar incrível com um ambiente único, servido de uma praia privada e para o Azulik Eco Resort, cujo conceito zen combina na perfeição com seu o lado rústico e super romântico.

Se ficaram com curiosidade, podem ler mais sobre esta viagem aqui.

Opinião

Quarentena produtiva: dicas de leitura

Março 19, 2020
dicas de leitura

Como os tempos são de recato social e estar em casa é a ajuda mais preciosa que podemos dar a quem está na ‘frente de batalha’, decidimos reunir dicas de leitura, por acreditarmos ser uma atividade fundamental agora que tens mais tempo disponível.

1984, de George Orwell 

Para quem aprecia um bom clássico, 1984 é uma obra respeitada que conquistou popularidade por abordar uma das grandes chagas contemporâneas, o totalitarismo.

“Era um dia claro e frio de Abril, nos relógios batiam as treze”, é assim que inicia o livro. A frase omite o ano, mas isso acaba por ser redundante, uma vez que ele dá o nome à obra. Escrito pelo jornalista britânico George Orwell e publicado em 1949, a obra nasceu destinada à polémica, talvez por descrever tão bem a tortura política e por incorporar em si uma completa transversalidade temporal.

Além de ser um clássico intemporal, podemos aproveitar o livro para fazer uma reflexão sobre os tempos que vivemos e sobre aquilo que poderá vir a acontecer, tendo em conta as tendências totalitárias das sociedades do século XXI. E, se pensarmos bem, a realidade que a obra nos apresenta não está assim tão distante. Temos o caso de Londres, que é uma das cidades com mais câmaras de vigilância nas ruas. Claro está que os efeitos vêem-se nos índices de criminalidade baixos, mas será que isto justifica o ataque à privacidade e a vigilância constante? 

O Fio da Navalha, de William Somerset Maugham 

Temos muitas obras literárias que se baseiam em histórias de ex-combatentes de guerra que regressam ao seu país, mas poucas se tornaram tão emblemáticas quanto esta.

O Fio da Navalha fala-nos do jovem americano Larry Darrell que volta aos EUA depois de ver o seu melhor amigo morrer nos campos de batalha da Primeira Guerra. Completamente diferente do Larry que foi, em pouco tempo decide deixar a vida burguesa de Chicago e viaja para Paris, em busca do seu sentido existencial. Entre cafés e livros, descobre o potencial de um mundo novo entre o Nepal e a Índia. E assim inicia uma viagem espiritual repleta de recomeços e descobertas.

Diz-me Quem Sou, de Julia Navarro

Diz-me Quem Sou é um daqueles livros com o enredo tão bem delineado que apetece ler sempre mais uma página. É um romance de época, que atravessa todo o século XX, com a Guerra Civil Espanhola, a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria, no corpo de uma mulher que se torna espia. Amélia passa de menina frágil e sonhadora a mulher de causas, lutadora e sofrida.

A escrita fluída e envolvente traz-nos intriga, fanatismo de ideologias políticas, espionagem, amor, traição e atrocidades humanas: um breve retrato da história do século anterior. Não se deixem ‘assustar’ pelo tamanho do livro. Acreditem que é viciante e difícil vai ser parar de o ler.

Podem ler mais sobre este livro, aqui.

Planisfério Pessoal, de Gonçalo Cadilhe

Planisfério Pessoal faz-nos pensar sobre uma questão essencial: é possível viajar evitando o avião, em pleno século XXI? Sim, foi o que fez Gonçalo Cadilhe ao percorrer 4 continentes, 3 oceanos, 38 países e muitos milhares de quilómetros somados.

Já que viajar é uma das atividades que devemos evitar por estarmos no combate a esta Pandemia, Cadilhe tem o condão de nos transportar numa viagem à volta do mundo e ao coração das pessoas que nele habitam, através de textos despretensiosos dessa aventura emocionante.

O Jogo do Anjo, de Carlos Ruiz Zafón

Com uma narrativa hipnotizante, O Jogo do Anjo conta-nos a vida de um jovem escritor, perseguido por desgraças desde a infância, que recebe uma proposta inquietante de um misterioso editor para escrever um livro, em troca de uma fortuna.

Entretanto, o escritor descobre que na casa onde vivia alguém tinha experienciado uma história muito semelhante à sua, sendo que acabou por falecer envolto num grande mistério. Ao longo do livro, vai-se arrependendo do contracto que fez e tenta fugir do misterioso editor, a quem deu o nome de O Patrão. Tudo isto decorre na intensa Barcelona dos anos 20 e envolve-nos em páginas e páginas de intriga.

A Sombra do Vento é outra boa sugestão de leitura para quem gosta do estilo narrativo de Carlos Ruiz Zafón. 

A Arte de Viver, de Thich Nhat Hanh

A Arte de Viver está aqui nas sugestões por ser um livro que nos ajuda a encontrar alguma paz e liberdade. Escrito por um dos maiores líderes espirituais e pioneiro do mindfulness, é uma obra essencialmente inspiradora que nos mostra a importância de olharmos para nós mesmos e desenvolvermos a compaixão. Dado o momento, parece-me bastante ajustado.

De forma muito breve, e esperando que vos capte a atenção, este livro dá-nos a conhecer 5 práticas de mindfulness, na esperança de que encontremos um novo significado de ‘existir’: a reverência pela vida; a consciência de que a felicidade depende da nossa atitude mental; a prática do amor verdadeiro; um discurso terno e uma escuta profunda; e um consumo consciente.

Mulherzinhas, de Louisa May Alcott

Arrisco-me a dizer que Mulherzinhas é um daqueles livros simples que todos devíamos ler, independentemente da faixa etária e do género. E porquê? Especialmente por estar repleto de significado e nos pôr a pensar sobre a nossa vida. A mim acaba por me deixar grata e lembra-me que não devemos reclamar do que temos, mas antes agradecer o que conquistámos.

Numa literatura ligeira, é-nos contada a história das irmãs March, quatro adolescentes que vivem com a mãe e uma criada, sendo que o pai partiu para a Guerra Civil Americana. Cada capítulo traz-nos peripécias das irmãs que não são perfeitas, mas que vêem na mãe um exemplo a copiar.

Cada uma é diferente das outras e cada uma tem os seus defeitos e virtudes. Temos uma Jo rebelde, muito ‘maria rapaz’, que sonha ser escritora e desafia a ideologia que circunscreve as mulheres ao lar. Depois temos uma Meg, cujo principal objetivo é ser bela, ter boas maneiras e casar. Amy, a mais nova das irmãs, tem um lado artístico e procura sempre a sua melhor versão. Beth é a que tem a personalidade mais doce e acanhada.

Tal como A Arte de Viver, considero esta obra literária bastante oportuna por ter uma Louisa May Alcott que nos estimula a focar no lado positivo das coisas e a fazer o nosso melhor para ultrapassar as adversidades. Este é o momento!

Quais são as tuas dicas de leitura para nós?

Estes são alguns dos livros favoritos da Eduarda. Gostávamos que também tu partilhasses as tuas dicas de leitura connosco!

Fashion & Beauty

Semana da Moda de Paris com a Lacoste

Março 5, 2020
Semana da Moda de Paris

Foi no clube de ténis que a Lacoste desfilou a sua proposta para o Outono/Inverno 2020, na Semana da Moda de Paris, tendo marcado o terceiro acto de diálogo entre a directora artística Louise Trotter e o arrojo de René Lacoste.

Nesta proposta, os clássicos do futuro mergulham na intemporalidade da tradição Lacoste. Projectada para elegância e desempenho, seja em lazer ou no desporto, esta colecção emana uma perfeição atlética, onde o verde e o azul marinho da marca se misturam com ocres do court, azul claro, hortelã, azul céu, laranja, rosa e limão, numa animada paleta cromática.

Uma curiosidade: o aglomerado que foi utilizado como tela para o desfile será doado à La Réserve des Arts, uma associação francesa que recolhe materiais usados para lhes dar uma segunda vida. Os bancos serão reutilizados durante os próximos eventos da Lacoste.

Podem ver mais sobre a Semana da Moda de Paris no Instagram @marianamachado__

Fashion & Beauty

Uma escapadinha a Londres é sempre bem-vinda!

Março 2, 2020
Londres

A palavra Brexit (British exit) está bastante presente no léxico europeu, mas – na verdade – pouco muda para nós, turistas, e Londres é um excelente destino para uma escapadinha. Apesar das mudanças políticas e económicas, no essencial pouco muda, porque o Reino Unido já não pertencia ao Espaço Schengen e nunca usou o Euro como moeda.

Da última vez que fomos a Londres ficámos no Ruby Lucy Hotel & Bar, a uns 10 minutos a pé do London Eye, num bairro emergente e muito bem localizado. Os quartos são muito confortáveis e não há nada de negativo a apontar relativamente à limpeza. Portanto, super recomendado e fica aqui a sugestão!

Quanto a sítios bons para irem, recomendamos o Novikov Restaurant Bar e, para os amantes de carne, o Flat Iron Steak.

Outra excelente sugestão que vocês nos deram foi o Sushi Samba, um restaurante que fica no 38º andar da London Heron Tower e o elevador panorâmico demora menos de um minuto a chegar lá. O bar externo, em particular, é lindo e tem vista fantástica para o Norte de Londres. Se estiver frio, não se preocupem com esse factor, porque a parte interna é toda envidraçada e o bar fechado também é muito agradável, com vista para Sul. De lá conseguem ver o rio Tamisa e a Catedral de St. Paul.

De resto é aproveitar a cidade, aproveitem se estiver bom tempo para caminharem e não se vão arrepender. Andar de metro em Londres é rápido e muito fácil, mas, por ser enorme, as trocas de linha tornam-se verdadeiras caminhadas subterrâneas.

Esta nossa ida a Londres foi a propósito da Semana da Moda, Podem (re)ler esse artigo aqui ou ver mais no Instagram @marianamachado__

Fashion & Beauty

Milão antes do surto de Covid-19

Fevereiro 25, 2020
Semana da Moda de Milão

Enquanto estávamos em Milão, nos primeiros dias da Semana da Moda, mal se ouvia falar no Covid-19, mas a situação rapidamente mudou, pelo facto de estar a uma hora de distância de um dos focos de contaminação do vírus. Alguns desfiles, inclusive, decorreram à porta fechada, como medida preventiva.

Para quem viaja esta semana para a capital económica italiana, pode contar com escolas, cinemas, teatros e o próprio Duomo fechados. O país está a tomar medidas de segurança extrema para interromper a expansão do surto, que já se encontra em cinco regiões: Lombardia, Veneto, Emília Romagna, Piamonte e Lazio.

Milão

O nosso pensamento está com Itália e com os italianos. Que tudo passe rápido e que corra pelo melhor!

Fashion & Beauty

Semana da Moda de Milão com a Benetton

Fevereiro 20, 2020
Semana da Moda de Milão

Este ano voltámos a ter a honra de participar na Semana da Moda de Milão, a convite da Benetton. Já no ano passado tínhamos lá estado (quem quiser reler, aqui) e voltámos lá para assistir à apresentação de “Blended Future”, concebido por Jean-Charles de Castelbajac para o Outono-Inverno 2020 da marca mais colorida de sempre.

Semana da Moda de Milão

20-02-20 foi considerada a data perfeita para a revelação do Blended Future, já que se trata de uma mistura electrizante, um efeito borboleta que parte da criatividade do designer e chega ao produto.

Neste ano, o designer queria criar um evento inovador, por considerar que o desfile como acto único de comunicação é redutor nos dias de hoje. Portanto, apostou em 30 modelos, 30 manequins e uma instalação com uma estética única, para transmitir o poder do merchandising visual que sempre foi fortíssimo na Benetton.

O evento aconteceu num local emblemático para a Milão da moda, a Pelota na via Palermo, que foi o palco perfeito para a representação do futuro. Para quem assistiu, foi uma demonstração de um estilo flexível e fluído, que percorreu desde os camuflados e estampados com o Rato Mickey até às riscas estilo college e a face do Bambi. As cores icónicas da marca, essas, continuaram lá com umas nuances de camelo.

Portanto, da Benetton podem contar com um Outono-Inverno repleto de moda para todos: um estilo nómada, livre, para ser vivido e partilhado.

Fashion & Beauty

Semana da Moda de Londres com a Tommy Hilfiger

Fevereiro 19, 2020
Tommy Hilfiger

Depois de ter assistido à apresentação da colecção de Inverno no Apollo Theatre, no Harlem, em Nova Iorque, em Setembro do ano passado, fui este ano novamente convidada para estar presente no desfile de moda Tommy Now. O desfile realizou-se durante a Semana da Moda de Londres, a 16 de Fevereiro, no Tate Modern.

Para a temporada Primavera-Verão 2020, Tommy Hilfiger apresentou a sua quarta colaboração com o piloto britânico de Fórmula 1, Lewis Hamilton, e com a cantora premiada no Grammy, H.E.R., a marca deu início à linha TommyXLewisXH.E.R.

Como sempre, o desfile primou pela sua extravagância e espectáculo. Com nomes de peso como Georgia May Jagger, Winnie Harlow, Alessandra Ambrósio, Candice Swanepoel, entre outros. A colecção foi confeccionada com tecido produzido 75% de materiais sustentáveis. Além disso, o que também chamou a atenção foi a incrível variedade de estilos e diversidade dos modelos… modelos de várias idades, alturas e tamanhos. Cores em néon chamaram a atenção e as grandes mochilas mostraram o “American Way of Life”, a essência americana da marca.

O look que eu escolhi foi um macacão da linha de homem , que lembra os fatos de corrida para assim fazer jus à parceria desenvolvida com o Lewis. Coloquei um cinto e uns saltos para dar um toque mais feminino e elegante.

Como sempre é um privilégio poder estar presente num evento desta dimensão! Podem ver mais no Instagram.