Viagens

Jamaica, muito mais do que a filosofia rastafári!

Agosto 22, 2019
Jamaica

Jamaica

Jamaica, um dos países no Caribe tipicamente associado a Bob Marley, é muito mais do que isso. Com as suas exuberantes montanhas, florestas tropicais e praias com recifes, o país tem praias de temperatura e cor inigualáveis. São precisas entre 8 a 9 horas de avião para lá chegar, a partir de Portugal e a diferença horária é de 6 horas.

Na Jamaica o termómetro raramente marca abaixo dos 20°C no litoral, graças ao seu clima quente e tropical. Apesar disso, a ilha está no mapa dos furacões, o que faz com que a melhor época para ir lá seja entre Dezembro e Abril, quando chove menos. A temporada de furacões vai de Junho a Novembro e, apesar de ser recomendável evitar viajar durante esses meses, foi quando nós arriscámos e no final até tivemos sorte, apesar de ter chovido todos os dias.

Fizemos a viagem Lisboa – Montego Bay, que fica na costa noroeste da Jamaica, a 140 km de distância da capital Kingston. Lá tínhamos uma guia portuguesa para nos receber e a partir daí viajámos num autocarro durante mais 1h30 para chegarmos a Negril. 

O hotel que fazia parte do nosso pacote de viagem era o Riu Club Negril, um hotel 5* com tudo incluído, na praia de Bloody Bay. O ambiente é relaxado, os funcionários são prestáveis, sempre de sorriso na cara, e a comida é abundante e variada. 

A Bloody Bay tem este nome graças a uma lenda que diz que a praia recebeu uma sangrenta batalha entre piratas, mas não traduz o paraíso que o lugar é nos dias de hoje. O mar assume um azul intenso, as águas são mornas e sem ondas e é um excelente sítio para relaxar e carregar baterias. 
Jamaica
Jamaica

Tentar sair do hotel para explorar a ilha é que já é mais complicado: há marijuana a ser vendida na praia, é legal consumir só não podemos trazer, óbvio.

Decidimos ir à Jamaica muito ‘em cima do joelho’, vimos uma boa promoção e marcámos. A nossa ideia era alugar um carro e explorar a olha, o que não aconteceu, é bastante perigoso por haver imensos acidentes rodoviários e aconselharam-nos a não o fazer. Portanto, a única forma de conhecer a ilha acaba por ser com um motorista ou em excursões de grupo.  Por este motivo as excursões acabam por não ser propriamente baratas. Ficam aqui as imagens com o valor das excursões para irem preparados:


Optámos por fazer a descida do rio de jangada na Mayfield Falls, uma experiência que aconselho, essencialmente pela exuberância da paisagem. 

Para chegarmos a Mayfield Falls, que fica a cerca de 1h30 de Negril, passámos por aldeias de floresta tropical e chegando lá descobrimos um verdadeiro paraíso, em tons de azul e verde. Há muitas cachoeiras, mais de 20 piscinas naturais, muita floresta tropical, um delírio para os olhos, em especial para os de quem aprecia a Natureza e gosta de a sentir. 



Os restantes dias passámo-los na praia, a aproveitar para descansar.  No total foram oito noites na Jamaica que serviram para renovar energias e voltar de sorriso no rosto por termos conhecido mais um destino.
Jamaica
Jamaica

Deixo aqui a nota de que quando saímos da Jamaica tivemos de pagar 86 Euros por pessoa, para poder sair do país.

Também poderá gostar

Sem comentários

Deixe um comentário