Ásia Viagens

Ilhas Phi Phi, a forma fácil de chegar ao Paraíso!

Março 5, 2016
Phi Phi

Ir à Tailândia e não visitar as Koh Phi Phi deve ser considerado pecado. Integradas no Parque Nacional Phi Phi-Hat Nopparat,  as ilhas são reservas de protecção ambiental e a sua beleza é algo fascinante. Vamos viajar?

Bangkok é uma cidade incrível que nos oferece uma quantidade enorme de atracções culturais e, ao mesmo tempo, presenteia-nos com os prazeres cosmopolitas de uma grande cidade. Mas Ko Phi Phi é um arquipélago de passagem obrigatória para quem visita a Tailândia. Com um azul de mar escandalosamente inacreditável, as praias são igualmente magníficas com areia branca fina.
Phi Phi
Viajámos até Phuket e daí apanhámos um ferry para as Phi Phi (que custa à volta de 450 bahts). Há também a possibilidade de fazer a viagem através de um spead boat, mas se o tempo muda e fica tempestade é o verdadeiro pânico a bordo com o risco de dar um mergulho antecipado. Portanto, o ferry acaba por ser mais seguro, apesar de bastante velhinho. Portanto, as ilhas são alcançáveis a partir de Phuket (48km) ou de Krabi (42km). 

Agora, vamos rapidamente passar pelos dados: Ko Phi Phi Don tem um população pequena de 3500 habitantes e está dividida em duas baías com hotéis. A maioria dos hotéis fica nas praias de Tonsai e Loh Dalum, aqui é onde está concentrada a maioria dos hotéis, restaurantes, bares e onde há a vida nocturna. É óptimo para quem vai com um grupo de amigos e quer alguma animação. 😉
Depois temos o lado onde ficámos com apenas cinco hotéis onde fica a praia Laem Tong, que é a mais sossegada, com um ambiente mais familiar e romântico.
Phi Phi

O hotel escolhido foi o Holiday Inn Resort Phi Phi Island. É bastante agradável, o quarto atribuído oferecia uma vista excepcional para a praia. Tem duas piscinas bastante grandes e raras eram as vezes que nos cruzávamos com hóspedes. A praia era só nossa e oferecia muitos encantos: para além do snorkling tinha baloiços sobre as água e redes para fazermos uma sesta ao som dos pássaros e do enrolar das ondas… Enfim, um verdadeiro paraíso.
Phi Phi
Phi Phi

Phi Phi

Este hotel tem programa para todos os estilos: snorkeling, mergulho de profundidade, caiaque, SUP, exploração de cavernas, montanhismo ou simplesmente apreciar um “dolce far niente“, sendo que o primeiro dia foi só isso.Phi Phi

Phi Phi
No segundo dia fomos com um casal de portugueses – que também estavam hospedados no hotel –  a pé até ao outro lado da ilha. Um passeio que aconselhamos a fazer por entre a floresta tropical e os penedos  junto ao mar, já que as vistas são incríveis e é uma excelente forma de conhecemos a zona com mais vida das ilhas. Regressámos de long-tail boat antes do anoitecer, porque caso anoiteça não há nenhum barco que arrisque fazer a viagem devido às correntes e à falta de visibilidade. Foquem-se nos horários! 😉Phi Phi
Phi Phi
Para o terceiro dia decidimos alugar um speed boat para conhecermos as ilhas à volta. Fomos então conhecer  Ko Phi Phi Lee, a ilha onde foi filmado The Beach com o Leonardo DiCaprio e que sofre um bocado com a fama. Maya Bay era o destino… de todos os turistas, pelos vistos! A beleza do sítio é inegável, mas está lotado de pessoas de todos os cantos do mundo que desembarcam ali a toda a hora. O ideal é apreciar a praia, tirar algumas fotos rumar para outras águas mais tranquilas, sendo que numa baía logo ao lado podemos fazer snorkling, ou até nadar sem levarmos com pessoas e barcos em cima.
Phi Phi

Phi Phi

Phi Phi

Para os apreciadores de scuba diving, nas Bida Islands tem muitos peixes coloridos, tartarugas, mantas e tubarões.

Outra praia interessante onde fomos é a Young Ka Sedan, também conhecida por Monkey Beach e aqui o nome fala por si: muitos macacos na área. 😉 Gostam particularmente de conviver com os turistas mas só porque são uns interesseiros: querem comida… e objectos! Também vale a pena conhecer as pequenas ilhas que ficam a Norte de Phi Phi Don: Bamboo (Ko Phai) e Mosquito (Ko Yung), que ficam muito próximas uma da outra. A Bamboo é mais baixa e foi lá que fizemos um picnic (fazia parte do pacote da viagem). As praias aqui são igualmente lindas, valem muito a pena!
Phi Phi
No último dia fizemos “bis” do primeiro, a final férias são férias e temos de descansar.
Phi Phi

Phi Phi

Phi Phi

Phi Phi

Tailândia é sem dúvida um local a repetir, já que ficou muito por ver, conhecer e desfrutar. Tem uma população super amável, tudo é bastante barato (pelo menos quando fizemos a viagem!) e se não for é só regatear o preço. A comida é óptima, as massagens então nem se fala (façam muitas mas sem happy endings), enfim um paraíso na terra. Super recomendado!
Phi Phi
Também já escrevemos sobre Bangkok, podem consultar aqui.
Esta viagem foi feita em Abril de 2013.

Também poderá gostar

2 Comentários

  • Reply Ana Lima Março 5, 2016 at 4:47 pm

    Estas fotos estão maravilhosas ! Fiquei com muita fé vontade de visitar este paraíso . Parabéns pelo vosso blog, têm muito bom gosto . Felicidades !

  • Deixe um comentário